CONHECENDO A TAILÂNDIA: BANGKOK

Por Fernanda Fujisawa

(Dicas e fotos: Lisa Fujisawa e Lucas Muniz)

Bangkok é a capital da Tailândia, e é super conhecida, principalmente, pelos seus templos maravilhosos e pela movimentação de suas ruas, que nunca dormem.

Lá você encontrará de tudo: história, cultura, restaurantes maravilhosos, festas incríveis e ruas sempre movimentadas (o congestionamento de carros, motos, tuktuk e pessoas, é de matar!). Mas a beleza do lugar e as suas cores vão fazer você se apaixonar rapidinho por lá.

COMO CHEGAR?

Existem dois aeroportos: o Suvarnabhumi Airport e o Don Mueang. O primeiro, é o mais conhecido, já que é o maior aeroporto da cidade e, uma das principais portas de entrada para os turistas que querem conhecer o sudeste asiático. O segundo, já foi o maior por lá, mas hoje, só recebe vôos das companhias low-cost. Ambos são afastados do centro de Bangkok, porém, o Suvarnabhumi possui o Airport Rail Link, que são três linhas de trem de alta velocidade, que ligam o aeroporto às principais regiões.

O QUE FAZER?

Wat Arun, Grand Palace and Wat Pho:

dsc_0176O Wat Arun (também conhecido como Temple of Dawn), é um templo budista, que tem o seu nome derivado de um Deus Hindu chamado Aruna, personificado como os raios do sol nascente. Sua estrutura é maravilhosa e cheia de detalhes de cair o queixo – se você olhar de pertinho, verá que ele é coberto por pedaços de porcelanas chinesas, o que torna o passeio mais incrível ainda. Apesar da escadaria gigante, a vista vale super a pena, então não deixe de subir, hein? 😉

Já o Grand Palace, é um complexo de “edifícios” que fica no coração de Bangkok. Ele foi a residência oficial do rei da Tailândia por 150 anos, e hoje, é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. O lugar é enorme e com muuuitas coisas para ver! Tudo é incrível e cheio de detalhes. Além disso, é lá que fica o Wat Phra Kaew, o famoso templo do Buda de Esmeralda.

O Wat Pho é outro templo budista, que fica no sul do Grand Palace. Ele é conhecido pelo seu Buda Reclinado e por ser o berço da massagem tailandesa tradicional.

dsc_0083

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

  • Você pode fazer todos no mesmo dia, ou até mesmo, na mesma manhã.
  • Em muitos lugares, você precisa tirar os sapatos para entrar, então já vá preparado para isto.
  • É preciso cobrir as pernas e os ombros para entrar, inclusive no Grand Palace.
  • CUIDADO: muitos taxistas/ motoristas de tuktuk dizem que o Grand Palace está fechado, e tentam te levar para outro lugar (onde ganham comissão). Não caia nisso! O Grand Palace NUNCA fecha, então, você não terá problemas para visitar!

Jim Thompson’s house:

dsc_0122Jim Thompson foi um escritor americano, que se mudou para a Tailândia e, ajudou a revitalizar a indústria de seda no país, abrindo uma empresa super famosa, que pode ser encontrada por toda a Ásia. Em 1967, o empresário e escritor, desapareceu durante uma caminhada por Cameron Highlands, no oeste da Malásia. Seu corpo nunca foi encontrado e é considerado até hoje, um dos maiores mistérios da região.

Mas a sua memória ainda vive em sua casa, que foi construída de acordo com os padrões tradicionais tailandeses. É um passeio recomendado, principalmente, para os amantes de arquitetura.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

  • Não é permitido o uso de sapatos dentro da casa.
  • É proibido o uso de máquina fotográfica.

Passeio de barco:

Parece besteira, mas fazer o passeio de barco por Bangkok é um must da sua viagem.

A cidade é cortada pelo rio Chao Phraya, e a partir dele, se formam vários canais que são vias utilizadas pelos tailandeses. E é por isso que este passeio é tão essencial. Porque através dele, você conhecerá o modo de vida das pessoas que precisam usar este meio de transporte para chegar ao seu trabalho, por exemplo. Além disso, é nele que você terá a vista mais privilegiada dos templos Wat Arun e Wat Pho, e do Grand Palace ao entardecer.

A melhor opção é tentar não pegar aqueles passeios de turistas, que duram o dia inteiro. Desta forma, existem dois caminhos: ir até o pier Sathorn e pedir para alguém te levar para passear pelo rio, ou pegar os barcos de linha (que são os barcos que os próprios tailandeses utilizam para chegar nos lugares).

Ayutthaya:

Apesar de Ayutthaya ser outra cidade, este é um passeio que super vale a pena e que pode ser contratado em qualquer agência da Khao San Road. Em um dia só, você conhecerá diversos templos e verá paisagens de cair o queixo por todos os lados.

UM POUQUINHO DE HISTÓRIA: Ayutthaya foi a capital do Reino Sião. Porém, em 1767, ela foi destruída e hoje, as suas ruínas são reconhecidas como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Khao San Road:

É a rua principal de Bangkok, e consequentemente, a mais cheia. É lá que você encontrará todos os tipos de comidas e lugares para fazer massagem. Apesar da “loucura” e de ser mega turístico, é um dos must-go da capital.

(Se você é daqueles curiosos que quer experimentar todo tipo de comida, é lá que você encontrará os sacos de baratas fritas com as cervejas Singha ou Chang).

Soi Cowboy:

Todo lugar tem a sua famosa rua de strip clubs, né? E esta é a de Bangkok! Se você está planejando fazer a sua festa de despedida de solteiro na Tailândia, vá para lá. Você não só encontrará muitas pessoas fazendo o mesmo, como também muitos ping pong shows (não vou explicar por aqui, mas se tiver curiosidade, procura no Google hehe).

UMA DICA IMPORTANTE: não vá sozinho para os ping pong shows, principalmente se for mulher. Apesar de ser turístico e considerado seguro, muitas pessoas são roubadas por lá.

Floating market:

Existem vários mercados flutuantes por Bangkok. O mais gostoso de ir é o Tailing Chan, que além de ficar mais perto da cidade, também serve o melhor e mais fresquinho peixe. Apesar de você comer em um lugar sujo (hehe) e com as mãos, a comida é deliciosa e merece muito um espacinho na sua barriga!

O mercado fica fechado durante alguns dias da semana, então antes de ir, não se esqueça de checar se estará aberto! 😉

dsc_4722


DICA PARA OS BALADEIROS DE PLANTÃO: Em Bangkok, os taxistas recebem comissão dos donos das baladas, quando levam alguém para lá. Desta forma, se você for firme e quiser ganhar um dinheirinho para ir para balada, é só falar para o taxista que quer o dinheiro da comissão, e ele dará 1 dólar para cada pessoa que estiver dentro carro! 😉 – os locais fazem muito isso!

ONDE COMER?

Além de ter milhares de coisas para se fazer, Bangkok também apresenta uma variedade enorme de restaurantes para os que curtem gastronomia. Aqui vai uma listinha com os principais lugares que merecem a sua visita:

  • Vertigo e Moon Bar – ficam no rooftop do hotel Banyan Tree e têm uma vista maravilhosa da cidade de Bangkok, além de uma comida excepcional;
  • Nahm – fica localizado no hotel COMO Metropolitan Bangkok e é considerado um dos melhores restaurantes do mundo (mas a comida é super apimentada – então, vá preparado!);
  • Sirocco – assim como o Vertigo e Moon bar, fica no rooftop do hotel Lebua Tower. Ficou famoso, principalmente, pelo filme Hangover 2;
  • Ruas da cidade – são as melhores comidas, mas precisa ter um pouco de coragem para seguir esta opção!;
  • Krua Apsorn – restaurante local, difícil de achar, mas com uma comida deliciosa e um preço super bom! 😉

Bangkok é realmente um lugar mágico, com muita história para contar. Como é possível ver, a cidade tem milhares de pontos turísticos, então você nunca ficará bored! Se você pretende ir para a Tailândia, não deixe de passar por lá. Como se pode ver, ela é tão incrível como o resto do país!

For the english version go to: https://lisaelucas.wordpress.com/2017/01/16/thailand-of-our-hearts/#jp-carousel-281

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s